Autocuidado

Oi gente!

Hoje, eu vim destacar o que acho mais importante em termos de autoestima, estilo e beleza, por incrível que pareça: o autocuidado.

Como assim, Rai?

Bem, da mesma forma na qual a moda é reflexo de contextos super complexos culturais, sociais e mesmo econômicos(!), também é – ou pode ser – a roupa que nos veste, em âmbito individual: reflexo de todo o conjunto das nossas características, gostos e referências (importante!). E, portanto, o quanto a gente consegue expressar tudo isso – está diretamente ligado a nossa relação com a gente mesmo.

O que eu costumo dizer é que precisamos de pilares que nos apoiem para que nos sintamos incríveis! Não dá pra se sentir linda(o) e capaz só quando tá maquiada ou sambando na cara dos problemas, kkk. Nas horas de alegria é fácil se amar, né? Mas #comofas, então, pra fazer a manutenção do famigerado e pouco praticado “autoamor”? Como não deixar essa peteca cair nas andanças nem sempre gentis da vida?

É extremamente importante ter pilares dos mais diversos pro nosso bem-estar. Se a gente coloca todo o valor da autoestima na aparência, por exemplo, tem dias que sabemos que não vai rolar (e nada mais relaxante – pilar importante! – que passar um e outro dia na liberdade da não-vaidade também, né?), assim como não é todo dia que a gente se sente inteligente ou gentil ou corajosa(o). E claro que autoamor também não deve ser cobrança, mas fica mais fácil e leve quando é uma construção!

Pensando nisso e tendo notado a diferença que o combo “autoconhecimento + autogentileza” faz até no exterior mais exteriorizado (hahaha) de uma pessoa, separei algumas ideias para dividir, baseadas no calendário que eu desenvolvi para a #consultôlindadarai, com práticas que correspondem a pilares que acredito serem essenciais.  

O calendário é construído para os 7 dias da semana, com uma prática super simples por dia. Não é pra ser difícil, justamente porque o desafio maior é se manter fazendo! Segue a rotininha, então!: (pra uma ariana estar falando de rotina, gente, é porque faz diferença, credo!! hahaha) 

Segunda-feira: roubar algum momento do dia para parar alguns minutos no sol, se possível em algum ambiente externo! (Recém-vindos do final de semana, a segunda pode ficar mais leve, independente do trabalho, e existem estudos que falam muito sobre a criatividade fluir quando nos expomos ao céu e paisagens! Tem quem inicie o dia abrindo sites de natureza, haha – sério!)

Terça-feira: fazer/comprar algo para si – pode ser um doce, uma planta(!), um livro (ou fazer uma leitura, mesmo), uma massagem, o que vier a mente ou o corpo pedir no dia! Uma ideia MÁGICA é escrever 3 coisas que tu gosta em ti mesma(o) ou na vida. Gratidão flui MUITO quando é escrita!

Quarta-feira: fazer/comprar algo para alguém que ama ou convive – pode seguir o exemplo acima, convidar para jantar ou deixar um bilhete escrito de surpresa! (Parte do nosso bem estar também está ligada a cultivar o bem-estar de quem/ com quem é importante pra gente <3)

Quinta-feira: desafiar o cérebro! Pesquisar uma língua diferente, tentar tocar um instrumento, qualquer coisa que dê uma refrescada e a possibilidade de se divertir fazendo algo que talvez não imaginava, e/ou sempre quis testar! Há tempo pra tudo nessa vida, pode ser 25 min e a ideia não é tentar fazer algo perfeito, viu? É a energia que vem quando nos expomos a algo novo, com a possibilidade/praticidade de estar dentro de casa! A internet não tá aí só pras redes sociais, hihi. Nesse dia, também gosto de sugerir que se vista com “mood batom vermelho” (pode traduzir como quiser! <3)

Sexta: aproveita que a semana tá no fim e estica um pouquito com algum exercício que mova o corpo! Quando a gente se mexe, ou cansa o físico, a mente tende a relaxar e clarear! Essa é pra entrar no final de semana bem! Pode ser corrida, yoga, musculação, ou mesmo meditação, caso o exercício físico já seja uma rotina! (Sugestão de app fácil e com fases iniciais gratuitas: “medite.se“) 

Sábado: Se joga na cozinha e cozinha algo pra si ou alguém, focando na experiência e/ou em fazer algo apenas por puro prazer (luxo que, muitas vezes, não fazemos) – pode ser fazer uma pipoca pra assistir um seriado! Hahah ou dar uma saída diferente com um grupo (talvez diferente!) de migos.

Domingo: tirar algum momento do dia pra fazer um “home spa” e ter um momento de solitude produtiva, passando uns cremes, cuidando do cabelo ou da pele com mais calma (sugiro as máscaras naturais da @verdese.natural! E o esfoliante sugerido aqui pelo pessoal da Eufrida!), e possivelmente se olhando no espelho e falando “SUA GOSTOSA”, hahaha! Tipo Nazaré Tedesco mesmo, sabe? Nem que seja pra ficar rindo sozinha! Serotonina agradece! 

❤

E é isso, gente! Respiração também é super importante: boatos que até 80% das toxinas do corpo podem sair através de respirações mais conscientes durante o dia. Bora tomar água e respirar fundo mais vezes! E finalizo, então, com o que eu sempre digo e mais estudo: se a gente cuida do que tá dentro, transborda pra fora. Beleza exterior por si só não preenche ninguém de alegria, autoconfiança e sorriso que esbanja endorfina também na galera, haha. Mas beleza que anda de mãos dadas com autossatisfação, prazer e apropriação da própria personalidade: essa, meus amigos, ninguém segura! Divirtam-se, me contem o que acharam(!) e um beijão!

Até a próxima! 

Rai Ferreira

Rai Ferreira

26 anos, designer. Gosta tanto de criar que imaginou um mundo livre de padrões e hoje é eco-consultora, na busca de empoderar pessoas e revitalizar seus armários com menos consumo e mais autenticidade. Ama dramas cinematográficos, leituras à la Huxley, e jura que tenta canalizar seu satanáries pro bem.